Câmara aprova MP que altera regras trabalhistas durante pandemia

O Plenário da Câmara dos Deputados aprovou nesta quinta-feira (28) a Medida Provisória 936/20, que permite a redução de salários e da jornada de trabalho ou a suspensão do contrato trabalhista durante o estado de calamidade pública relacionada ao coronavírus. A MP será enviada ao Senado.

O texto prevê o pagamento de um benefício emergencial pelo governo aos trabalhadores. As regras valem para quem tem carteira assinada e para os contratos de aprendizagem e de jornada parcial.

Segundo o texto, o Programa Emergencial de Manutenção do Emprego e da Renda garantirá o pagamento de uma parte do seguro-desemprego por até 60 dias ao trabalhador que tiver o contrato suspenso ou por até 90 dias se o salário e a jornada forem reduzidos.

De acordo com o projeto de lei de conversão do deputado Orlando Silva (PCdoB-SP), o Poder Executivo poderá prorrogar esses prazos durante o período do estado de calamidade pública decorrente da pandemia.

O valor do benefício dependerá de quanto for a redução. Se o acordo entre empregador e empregado for individual, sem participação do sindicato, a redução poderá ser somente de 25%, 50% ou 70%, tanto do salário quanto da jornada de trabalho.

Nessa situação, se houver redução de 50%, o trabalhador terá direito a 50% do salário e a 50% do seguro-desemprego por mês. Como o seguro é calculado sobre a média dos salários dentro de alguns limites, o valor não chega a ser o mesmo que o reduzido.

Assim, por exemplo, quem tiver uma média de R$ 1,5 mil nos últimos três meses receberá de benefício R$ 600,00 (50% do seguro, de R$ 1,2 mil).
Para o relator, embora o texto não tenha sido aprovado como ele queria, ainda assim é motivo de comemoração. “Celebro cada vitória em um país em que mandatários evocam a ditadura para resolver conflitos políticos”, disse Orlando Silva.

Inicialmente, no cálculo do benefício emergencial, a versão de Silva para a MP usava a média aritmética simples dos três últimos salários, limitada a três salários mínimos (R$ 3.135,00). Mas um destaque do PP retomou o texto original da medida provisória, prevalecendo o seguro-desemprego como base.

Cálculo do benefício
Quem recebe uma média de R$ 2,5 mil terá direito a cerca de R$ 945,00 (50% de R$ 1.890,00). Se a média for maior que R$ 2.669,29, o valor fixo do seguro-desemprego é de R$ 1.813,03 e o trabalhador receberia metade disso como benefício emergencial (cerca de R$ 906,00).

Inicialmente, por meio da MP 928/20, o governo previa apenas a suspensão do contrato de trabalho sem recebimento de benefício.

Outras reduções
A MP permite a redução de salário e de jornada também por outros índices, mas isso pode ser desvantajoso para o trabalhador. Se o acordo coletivo prever redução menor que 25%, o empregado não recebe nada do governo.

O benefício será de 25% do seguro-desemprego para reduções de 25% até 50%. Diminuições de salários maiores que 50% e até 70% resultarão em um benefício de metade do seguro-desemprego mensalmente. Redução maior que 70% do salário e da jornada resultará em benefício de 70% do seguro-desemprego a que teria direito.

O relatório aprovado especifica que a redução ou a suspensão poderão ocorrer por setores ou departamentos dentro de uma empresa, abrangendo a totalidade ou apenas parte dos postos de trabalho.

Os acordos já realizados seguirão as regras da redação original da MP. A exceção é para a prevalência das cláusulas do acordo coletivo no que não entrarem em conflito com possível acordo individual anterior.

Ajuda voluntária
Se o empregador desejar, poderá pagar uma ajuda compensatória mensal ao empregado, seja no caso de redução de jornada ou de suspensão temporária.
Essa ajuda terá caráter indenizatório e não poderá sofrer descontos para imposto de renda ou Previdência Social ou Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).

Por parte do empregador, não integrará a base de cálculo para demais tributos incidentes sobre a folha de salários e para o imposto de renda e a Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL).

Orlando Silva incluiu ainda a possibilidade de dedução da ajuda compensatória da base de cálculo do imposto de renda na declaração de ajuste anual por parte de quem recebe rendimentos não assalariados (autônomos, por exemplo), por parte do empregador doméstico e por parte de produtores rurais.

Todas as deduções serão aplicáveis para as ajudas pagas a partir de abril de 2020.

Individual ou coletivo
Segundo o texto aprovado, a aplicação do acordo individual ou coletivo dependerá do valor do salário e da receita da empresa.

Empresas médias ou grandes (receita bruta maior que R$ 4,8 milhões em 2019) poderão fazer contratos individuais ou coletivos para quem ganha até dois salários mínimos (R$ 2.090,00).

As micro e pequenas empresas (receita bruta até o valor citado) poderão firmar acordos individuais ou coletivos com quem ganha até R$ 3.135,00.

O contrato individual escrito poderá ser feito ainda se a redução for de 25% ou se, somados os valores do benefício emergencial e da ajuda compensatória e/ou do salário recebido, o empregado ficar com o mesmo salário de antes.

Quem ganha salário igual ou maior que duas vezes o teto da Previdência Social (equivalente a R$ 12.065,46) e possui diploma de curso superior também pode negociar individual ou coletivamente.

Quem estiver fora dessas condições terá de passar por negociação coletiva.

Aposentados
Como os aposentados que continuam trabalhando com carteira assinada estão impedidos de receber o benefício previdenciário, o relatório de Orlando Silva condiciona o acordo de redução ou suspensão ao modelo individual.

Adicionalmente, o empregador deverá pagar ajuda compensatória igual ao valor a que teria direito de benefício emergencial. Se a empresa for média ou grande (receita bruta maior que R$ 4,8 milhões em 2019), ela terá ainda de pagar mais 30% do salário normal.

Aviso prévio
Para trabalhadores que cumpram o aviso prévio, que antecede à demissão, a MP permite que empregador e empregado desistam desse aviso e adotem o programa emergencial de preservação de empregos.

Fonte: AASP

26 comentários em “Câmara aprova MP que altera regras trabalhistas durante pandemia”

  1. multi ferramentas de marketing digital
    trabalhe com email marketing,sms,whatsapp
    marketing,facebook marketing,twitter marketing,sistemas
    visitas para seu site, promover sites marketing, youtube
    marketing,Linkedin Marketing,Instagram Marketing
    publicidades sem barreiras marketing digital aqui acesse!!
    otima oportunidade de negócios não percam !!
    Site : https://bit.ly/3kymIxR
    Contato Receber Material
    Skype: MktMidia
    Telegram: Mktmidia
    alcance seu publico negocios marketing de sucesso

  2. Hi, I think your website could be having web browser compatibility issues.
    Whenever I take a look at your web site in Safari,
    it looks fine however, if opening in IE, it has some overlapping issues.
    I merely wanted to provide you with a quick heads up!
    Apart from that, great website!

  3. Hi there, i read your blog from time to time and i own a similar one and
    i was just curious if you get a lot of spam feedback?

    If so how do you stop it, any plugin or anything you
    can suggest? I get so much lately it’s driving me mad
    so any assistance is very much appreciated.

  4. If some one desires expert view on the topic of blogging
    and site-building then i suggest him/her to go to see this blog, Keep up the
    pleasant job.

  5. Definitely consider that which you said. Your favourite reason appeared to be at the net the easiest factor to keep in mind of.

    I say to you, I certainly get irked even as folks consider worries that they just don’t realize about.
    You managed to hit the nail upon the top and outlined out the entire thing without having
    side effect , other people could take a signal.
    Will likely be back to get more. Thanks quest bars http://j.mp/3jZgEA2 quest
    bars

  6. Hello there, I discovered your website by way
    of Google at the same time as looking for a comparable subject, your website came up, it seems good.
    I’ve bookmarked it in my google bookmarks.
    Hello there, just became aware of your blog thru Google, and found that it is really informative.
    I am gonna watch out for brussels. I’ll be grateful for those who proceed this
    in future. Lots of other people will probably be benefited from
    your writing. Cheers! scoliosis surgery https://coub.com/stories/962966-scoliosis-surgery scoliosis surgery

  7. 22472 361187Right after study a handful with the content material within your internet internet site now, and that i genuinely such as your method of blogging. I bookmarked it to my bookmark web website list and are checking back soon. Pls look into my internet site as properly and tell me what you believe. 462544

  8. 545893 11639Interesting point of view. Im curious to think what type of impact this would have globally? Sometimes men and women get slightly upset with global expansion. Ill be around soon to check out your response. 107743

  9. Appreciating the time and energy you put into your website and detailed information you offer.
    It’s nice to come across a blog every once in a while that isn’t
    the same out of date rehashed material. Wonderful read!
    I’ve saved your site and I’m adding your RSS feeds to
    my Google account.

  10. 625310 7102Thanks for your time so a lot for your impressive and incredible guide. I will not be reluctant to endorse your internet sites to any individual who need to receive direction on this dilemma. 731203

  11. 926188 287737Hi. Thank you for making this web site . I m working on betting online niche and have found this site utilizing search on bing . Is going to be certain to look a lot more of your content . Gracias , see ya. :S 821275

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.